Exorcismo ambiental para Revista Prana
publicado Rio de Janeiro, Janeiro 2002

Exorcismo Ambiental Introdução
Shadow TransformationA situação do mundo neste momento não faz nenhum sentido, se você olhar apenas para o noticiário, com o objetivo de entender o que está acontecendo. A maior parte do comportamento humano simplesmente é uma repetição mecânica, gravada nos campos morfogenéticos, que foram criados por eventos passados. Por meio do Xamanismo, é possível despertar indivíduos deste pesadelo coletivo. É urgente que um número suficiente de pessoas se tornem conscientes o bastante para assegurar a sobrevivência futura deste planeta, da perspectiva humana.

Necessitamos limpar estas gravações negativas, que comandam o comportamento humano de massa. Esta camada contém uma energia não digerida por milênios de guerras e conflitos sociais passados e sistemas políticos opressores.

De uma perspectiva xamânica do Século II, a Terra está envolta em uma camada holográfica de matriz escura, mais parecida a uma grande casca de ovo. Isto foi construído por meio das crenças condicionadas do passado sobre o mundo. Estas crenças incluem “eu não sou suficiente para mudar isto”, “você não pode mudar o governo”, “todos os políticos são iguais” e qualquer outra crença que limita o seu próprio poder de criar o seu mundo exatamente como você quer que ele seja.

ExorcismA vida da maioria das pessoas consiste em representar os roteiros desta camada, e elas quase nunca se libertam o suficiente para experimentar como a vida pode ser boa, se você despertar deste sistema de conflitos muito ultrapassado. Quando as pessoas assistem ao “noticiário” na televisão, muitas vezes pensam que é aquilo que está acontecendo, e não se dão conta que as “notícias” são pequenos fragmentos selecionados de eventos.

Gurdjieff e Ouspensky se referem ao “homem mecânico” e pensavam que levaria 20 anos ou mais para despertar do condicionamento. Talvez não tenhamos mais 20 anos, portanto, precisamos despertar mais rapidamente.

Na Austrália, os cangurus Buck lutam ferozmente por território e fêmeas. Os cachorros urinam nas paredes para marcar seu próprio território. Quando os humanos lutam com armas e bombas pela posse do território, eles estão exercitando precisamente o mesmo comportamento instintivo dos cachorros urinando nas paredes. Está ficando ridículo, ter armas e bombas dirigidas por instintos. A mera idéia da guerra televisionada é loucura. Necessitamos despertar as pessoas e conseguir fazer com que um maior número delas se empenhe na cura do planeta.